<$BlogRSDUrl$>

2003-11-12

 
Profissões impensáveis #4

Dando seguimento à ideia que o Pedro teve, aqui deixo mais uma profissão.

Mês de Julho, Açores, Ponta Delgada

- Bom dia, dá-me uma boleia até ao aeroporto? (pergunto eu a um casal)
- Sim, claro vamos mesmo para lá, não nos custa nada.
- Gostei muito da minha estadia aqui na ilha, os senhores fazem o que?
- Ah nós somos Pais Adoptivos de Animais...(respondem com um sorriso de
felicidade estampado na cara)
- A sério? E como fazem isso?
- Olhe desculpe-me um pouco, não se importa que eu páre um pouco o carro?
- (Olho o relógio, ainda tenho tempo para o meu avião), não claro que
não...aproveito para esticar as pernas...
O Senhor estaciona o seu mercedes e sai, abre o porta bagagens e de lá
retira um fundo de garrafa de água de plástico, ao lado vejo um enorme saco
cheio de ração, e mais uns garrafões de água, ele aproxima-se então de um
cão vadio, e dá-lhe de comer e beber, despedindo-se dele com uma festa.
- Está a ver? Mais um amigo que eu fiz...
- (Espantada, pergunto, à senhora, ao entrar de novo no carro) O seu marido
faz sempre isto quando vê um animal?




- Claro que sim! Eu também faço, sabe eu sou responsável pelo canil aqui da
ilha, recolhemos e tratamos todos os animais que nos batem à porta. Aliás,
por vezes até tenho alguns cães e gatos em recuperação na minha própria
casa.
- A sério? E recompensa-lhes esta profissão?
- Sim claro, desde então a nossa familia aumentou, sabe em casa além de nós
dois, temos sete cadelas e dois gatos, e por vezes ainda recebemos visitas
de amiguinhos, quer melhor salário, que uma familia feliz?

Este post é dedicado ao Florival, Fernanda, Sara, Maya, Nikita, Pretinha,
Castanhinha, Mimosa, Fofinha e Pinóquio. Os factos relatados e os
intervenientes são reais, isto não é ficção.





Comments: Publicar um comentário

<< Home