<$BlogRSDUrl$>

2004-07-02

 
Sophia não morreu...
porque há muito que pela beleza da sua poesia, mesmo quando feita prosa, atingiu a imortalidade.

Ela sempre foi, e continuará a ser, a minha poetisa favorita.


Inscrição

Quando eu morrer voltarei para buscar
os instantes que não vivi junto ao mar

Sophia de Mello Breyner Andresen


Comments: Publicar um comentário

<< Home