<$BlogRSDUrl$>

2005-11-15

 


O CODEX 632

O CODEX 632 é o novo romance de José Rodrigues dos Santos e segue, um pouco, a moda d’O código Da Vinci ou A regra de quatro.

Tomás Noronha é um historiador perito em criptologia e é contratado por uma fundação americana para reconstituir as investigações de um outro historiador, também português, entretanto falecido.

Só que as pistas deixadas não são de fácil leitura e se as investigações começaram com a descoberta do Brasil qual a razão de tanto interesse em Colombo ?

É um livro muito interessante que aproveita para, ao percorrer a história dos descobrimentos, passar por uma série de monumentos e lugares plenos de significado: dos Jerónimos à Regaleira, e do Brasil a Israel. No entanto o excesso de detalhe torna, por vezes, a leitura um pouco cansativa, e nem o romance, que também existe, equilibra o teor de ensaio que, por vezes, este livro se reveste.

Mas é, claramente, um livro a ler e que eu recomendo.

Portanto o que me está a dizer é que, no seu tempo, Colombo não era conhecido por Colombo mas por Guerra.
Não, não é isso que eu estou necessariamente a dizer. O que estou a dizer é que ele, por algum motivo, tinha muitos nomes, mas Colombo não era nenhum deles.

Comments: Publicar um comentário

<< Home