<$BlogRSDUrl$>

2005-11-29

 
O “Xato” do meu PC

Uma, duas vezes por ano, fico de candeias às avessas com o meu computador. É quase uma peça de mim e, ao mesmo tempo, um rebelde, estúpido e parvo. Quando mais preciso dele, resolve amuar, fingir-se de maleita, enrodilhando-se em mensagens enigmáticas que, de antemão, sabe que não posso decifrar. É certo que lhe provoco um desgaste desusado, com aplicações de vídeo e outras que devem desatinar o seu tino. Mas podia, pelo menos, dizer, de vez em quando “- Calma lá, ó meu, que tou a ficar bué de cansado!” E eu compreendia. Mas nada... Então lá tenho de o enviar de charola para o hospital dos “pcs”, onde fica de quarenta e a aguardar uns transplantes. A verdade é que quando regressa vem que nem a Lili, mais por dentro do que por fora. Desta vez, quando regressar, virá tipo Ferrari da Informática, topo de gama, nervosinho, cheio de ganas. Bem..., até ao dia em que tenha de voltar para a recauchutagem. A chatice maior é que enquanto ele vai e não volta tenho de o substituir pelo portátil, que não tem nem metade do que me interessa e, sobretudo, o “Spelling”, que corrige as distracções.

Acho que tudo isto é mais para justificar a minha ausência do Farol e, para quem visita a minha página, entender a sua desactualização. Mas um dias destes, espero que em poucos dias, volte ás lides. É que tamém, de vez em quando, fico como o meu “pc”. Só lamento não ter direito a “upgrade”.

Comments: Publicar um comentário

<< Home